Dentadura fixa: descubra quantos implantes dentários são necessários à técnica.

Número De Implantes Dentadura Fixa Post Blog (1)

Quantos implantes dentários são necessários à dentadura fixa? Conheça as informações essenciais para planejar o seu tratamento com prótese protocolo em porcelana, zircônia ou acrílico

Dentadura fixa: por que ela é tão eficiente assim?

Dores e dificuldades para mastigar são problemas constantes na vida do portador de prótese dentária removível tipo dentadura ou ponte móvel. Além da baixa autoestima, quadros de depressão psicológica e anemias costumam passar despercebidos por familiares e até mesmo dentistas em contato com estes indivíduos – um martírio que pode ser resolvido pela dentadura fixa (prótese protocolo) sobre implante dentário.

O problema no uso de dentaduras convencionais apoiadas sobre gengivas é que este tecido oral, além de resiliente (macio e flexível), frequentemente sofre com cortes e úlceras – e as dificuldades não param por aí. Com o passar dos anos, o osso das arcadas em contato com a prótese total removível diminui em espessura, uma condição à qual o organismo compensa através do aumento do volume das gengivas, com consequente aumento de dores e instabilidade ao falar e mastigar.

Uma das vantagens da dentadura fixa sobre implante dentário é que ela não utiliza as gengivas para a sua retenção e suporte. Graças a isso, uma redução de até 80% na extensão das bases acrílicas da prótese dentária em contato com as gengivas garante, além de conforto mastigatório, melhoras estéticas e até mesmo alterações positivas no palato. Veja uma lista de vantagens da dentadura fixa tipo protocolo:

✓ eliminam dores e cortes frequentes em gengivas;

✓ trazem maior conforto e estabilidade ao mastigar;

✓ estética natural (podem ser confeccionadas com porcelana ou zircônia);

✓ menos extensas (não recobrem o palato);

✓ durabilidade maior;

✓ melhorar na falação e paladar.

Dentadura Fixa Sobre Implante Dentário Zircônia E Porcelana
Dentadura fixa confeccionada com zircônia e porcelana: resultados estéticos são próximos aos sofisticados tratamentos com lentes de contato dental e faceta em porcelana.

Implante dentário é segredo da dentadura fixa.

A elevada estabilidade e rigidez da dentadura fixa deve-se ao implante dentário. Confeccionado com ligas puras de titânio, é biocompatível com o osso das arcadas dentárias e pode suportar até mesmo as elevadas cargas mastigatórias encontradas em indivíduos com bruxismo severo.

Existem inúmeros tipos de implantes dentários, que variam conforme o design e conexão com a prótese dentária fixa ou removível (overdenture). A seleção do número de implantes dentários para uso com dentadura fixa depende da disponibilidade óssea (largura e espessura) na arcada dentária candidata ao tratamento

Dentadura Fixa Estrutura Zircônia

Número ideal de implantes dentários depende de vários fatores.

Via de regra, quanto maior o número de implantes dentários para suportar a dentadura fixa, melhor. E é fácil entender o motivo: um número elevado de implantes dentários diminui as cargas compressivas que podem levar a fraturas no corpo do implante ou perdas ósseas ao redor dos dispositivos implantodônticos instalados. Por outro lado, quanto menor o número de dispositivos instalados, maiores as chances para falhas e menor durabildidade do tratamento com prótese dentária protocolo.

São vários os fatores – mais de 20 – que precisam ser levados em consideração na seleção do número e local de instalação dos implantes dentários. Veja uma lista com os principais ítens analisados pelo dentista durante a entrevista e exames clínicos e radiográficos (tomografia computadorizada):

✓ força muscular mastigatória;

✓ presença de bruxismo severo;

✓ qualidade óssea;

✓ técnica utilizada (móvel ou fixa);

✓ arquitetura óssea (exigências estéticas).

arcada superior:

Em média, a arcada superior exige entre 7 a 9 implantes dentários para suporte de dentadura fixa. Entrentanto, nem sempre há disponibilidade óssea suficiente – em altura, espessura e qualidade – para permitir a instação do maior número possível de dispositivos implantodônticos. Nestes casos, pode-se diminuir o número de implantes dentários para até 4 (técnica all-on-four), desde que a distribuição e qualidade da implantação sejam compatíveis com as cargas mastigatórias que incidem sobre a prótese dentária.

arcada inferior:

o número ideal de implantes dentários para dentadura fixa na arcada inferior situa-se entre 4 a 5 na técnica fixa ou 2 a 3 na técnica com overdenture – todos eles instalados na região anterior, dada a elevada densidade (resistência) do osso nesta região.

Enxerto ósseo.

As perdas dentárias são seguidas da reabsorção do osso que envolvia as raízes dos dentes extraídos. Diversos fatores atuam para regular velocidade e quantidade destas perdas ósseas, como as doenças periodontais prévias e diabetes. O tempo decorrido da extração dentária até a instalação do implante dentário é ainda fator mais importante: quanto maior, menor a quantidade de osso disponível.

Enxertos ósseos podem ser necessários para fornecer osso em espessura e altura suficientes para suportar os implantes dentários necessários à dentadura fixa. As técnicas cirúrgicas são variadas e podem utilizar desde osso coletado do próprio paciente até versões sintéticas ou obtidas através de procedimentos sofisticados que viabilizam o uso de osso bovino para o tratamento.

O tratamento com enxerto pode ser utilizado concomitante à cirurgia para instalação do implante dentário ou realizado alguns meses anterior à implantação dos dispositivos em titânio. Neste último caso, é preciso esperar entre 4 a 8 meses até que existam condições ósseas favoráveis à instalação dos implantes dentários.

All-on-four: a dentadura fixa sobre apenas 4 implantes dentários.

Quantos implantes dentários são necessários à dentadura fixa? De fato, um dos principais pontos no tratamento com prótese protocolo fixa é delimitar o número de dispositivos implantodônticos que poderão ser instalados nas arcadas – mas uma técnica alternativa pode simplificar o tratamento e diminuir os custos (preço) envolvidos.

Como já mencionado, até certo limite, quanto mais implantes dentários instalados – e em posições ideais de distribuição de carga -, melhor podem ser os resultados de durabilidade do tratamento. Entretanto, em várias situações as limitações ósseas locais e de saúde geral impedem ao dentista especializado a instalação de 7 ou 8 implantes dentários. E para estes casos, a técnica “all-on-four” – leia-se “tudo sobre quatro” – permite os benefícios da dentadura fixa como solução às limitações da técnica fixa.

A viabilidade da técnica “all-on-fou” depende da perfeita distribuição dos implantes dentários, bem como da qualidade do osso de suporte aos dispositivos implantodônticos. Outros fatores anatômicos, fuincionais e de saúde geral também fazem parte de um checklist extenso e necessário para que o tratamento dê-se de forma segura, durável e com resultados estéticos e mastigatótirios consistentes.

Cirurgia sem cortes para implante dentário.

A etapa cirúrgica no tratamento com dentadura fixa sobre implante dentário pode gerar ansiedade em alguns pacientes. E para eles, a técnica “sem cortes” – o termo ideal deveria ser pontos de sutura, já que uma diminuta perfuração no local de instalação do implante dentário é realizada – é a ideal para diminuir o tempo cirúrgico, bem como a recuperação.

A diferença da cirurgia sem cortes para implantes dentários de outras técnicas é que ela utiliza um guia cirúrgico confeccionado por planejamento digital obtido de tomografias computadorizadas.  A função deste guia é orientar, milimetricamente, ao dentista a correta posição de instalação do dispositivo implantodôntico, eliminando cortes de gengivas que expõem o osso receptor. Idealizada para ser utilizada em quanquer arcada dentária, pode ser aplicada para procedimentos simples ou complexos combinados a enxertos ósseos.

 

Cirurgia Sem Cortes Implante Dentário Dentadura
Cirurgia guiada para técnica all-on-four: a ausência de pontos de sutura com cortes mínimos.

Dentadura fixa sobre implante dentário: os tipos.

Uma das vantagens do tratamento com dentadura fixa é a possibilidade para uso de materiais mais estéticos e duráveis comparados à resina utilizada na confecção de dentaduras convencionais. Atualmente, porcelanas empregadas na confecção de prótese dentária fixa em zircônia ou laminados cerâmicos como lentes de contato dental e facetas dentárias laminadas também pode ser utilizadas em dentaduras fixas.

Nem sempre é possível selecionar o material baseado apenas nas necessidades estéticas do paciente. Na maioria das vezes, é o número de implantes dentários que suportará a futura dentadura fixa quem determina a escolha entre acrílico, porcelana sobre estrutura metálica ou porcelana sobre zircônia – ou outras técnicas que combinam diferentes materais. Conheça um poucos mais sobre os tipos de próteses dentárias fixas disponíveis para uso sobre dispositivos implantodônticos:

dentadura fixa em acrílico

Confeccionada com resinas acrílicas idênticas às utilizadas em dentaduras convencionais, possuem estética satisfatória com durabilidade situada entre 4 a 6 anos.

dentadura fixa em porcelana convencional

Utilizando os materais utilizados na confecção de próteses dentárias fixas convencionais, esta técnica traz mais estética e durabilidade para pacientes mais exigentes com a harmonia do sorriso. Ao contrário da técnica em acrílico, exige um elevado número de implantes para o suporte seguro da dentadura fixa.

dentadura fixa em porcelana sobre zircônia

Resultados estéticos marcantes e elevada durabilidade são vantagens das próteses dentárias fixas com porcelanas reforçadas por estruturas internas em zircônia. O custo desta técnica costuma ser mais elevado comparado à dentadura fixa em porcelana convencional, porém os resultados estéticos entregam detalhes ópticos como transparência e cores mais próximos aos dentes naturais.

dentadura fixa em zircônia

A dentadura fixa em zircônia pura – também conhecida como prótese protocolo em zircônia – é uma versão com preço mais em conta comparada à sofistiacada técnica com cobertura estética em porcelana. As vantangens deste tipo de prótese dentária tipo protocolo é o preço reduzido para indivíduos que procuram elevada durabilidade e estética dental marcante.

outras técnicas

Existem diersas outras variações técnicas para tratamento com prótese protocolo sobre implante dentário. A mais sofisticada delas é a que utiliza insfraestruturas em zircônia com dentes construídos com porcelana pura utilizada em procedimentos com lentes de contato dental e facetas em porcelana – e por um preço mais acessível comparado à técnica personalizada com porcelana sobre zircônia.

Prótese Protocolo Em Resina Acrílica E Implante Dentário

Prótese dentária protocolo.

A técnica com prótese dentária protocolo engloba todos os tipos de próteses dentárias fixas sobre implantes dentários para pacientes com ausência de todos os dentes em uma mesma arcada. O tratamento, que pode ser realizado tanto na arcada superior quanto inferior, também inclui a dentadura sobre implante dentário que pode ser removida pelo próprio paciente – uma opção utilizada para arcadas com poucos implantes dentários inseridos.

A seleção do número ideal de implantes dentários para prótese dentária protocolo segue critérios que dependem da largura e altura de osso disponível. Outras características individuais como bruxismo, magnitude da força mastigatória e qualidade do osso disponível também implicam na seleção do número de dispositivos implantados

 

Gostaria de compartilhar em sua rede social?

É só clicar no ícone ao lado para compartilhar

Site criado pela Eriansoft - Todos os direitos reservados.