Clareamento dentário caseiro, eficiência e versatilidade sem segredos.

Clareamento Dentário Caseiro Moldeiras

O clareamento dentário caseiro é a técnica menos glamourosa entre as disponíveis para recuperar dentes amarelados e manchados. Mas o que você ainda não sabe é que, além de mais eficiente, ela também pode manter os resultados por muito mais tempo

As técnicas para clareameno dentário, uma a uma, que você precisa conhecer

Recuperar dentes amarelados e manchados pode ser uma questão de vida ou morte para muitos indivíduos. E com razão. É que o escurecimento do sorriso, além de comprometer a estética até mesmo de dentes alinhados e harmônicos, também interfere negativamente na beleza facial. Tratamentos de pele eficientes e cabelos impecáveis, nada parece adiantar. Mas recuperar as cores originais dos dentes através do clareamento dentário pode resolver e evitar muitos desses problemas.

O tratamento dentário caseiro, o mais famoso procedimento entre diversas técnicas para clarear dentes, ainda é o mais eficiente entre elas. Mas conhecer as outras técnicas disponíveis para clareamentos dentários marcantes é essencial para que os resultados sejam máximos – e satisfaçam até mesmo os desejos de pacientes mais exigentes. Entenda, uma a uma, como elas podem ajudá-lo a recuperar a harmonia do sorriso.

polimento dentário

O polimento dentário pode ser apenas uma etapa aos procedimentos para profilaxia dos dentes. Mas quando utilizado com pastas específicas para o polimento de superfícies dentárias, são capazes de remover manchas superficiais complexas, e que agem bloqueando o efeito dos agentes clareadores. Para alguns indivíduos, os resultados podem até mesmo dispensar o clareamento dentário caseiro ou profissional.

clareamento dentário profissional a laser

Procedimento pouco utilizado, utiliza a luz como agente clareador (argônio) ou catalisador de resultados (baixa intensidade). Enquanto o primeiro é raro em consultórios odontológicos dado o seu elevadíssimo custo e riscos aos dentes, o segundo praticamente sumiu das rotinas odontológicas. É que o resultado do clareamento dentário profissional tradicional é semelhante ao procedimento auxiliado por luz de baixa intensidade.

clareamento dentário profissional tradicional

É o clareamento dentário realizado pelo dentista, no consultório, com o uso de agentes clareadores aplicados diretamente sobre os dentes. O tratamento pode necessitar de até duas aplicações, para casos mais resistentes. É a técnica para clareamento dental, realizada em consultório odontológico, mais comum.

clareamento dentário caseiro

É a técnica mais antiga, mais efetiva e mais popular para recuperar dentes amarelados e manchados. O tratamento consiste na construção de moldeiras transparentes, flexíveis e confortáveis aos dentes, e que servirão de depósito para géis clareadores aplicados pelos próprios pacientes. Simples e resolutiva. Pode ser utilizada em casa, no trabalho, academia ou outros lugares com atividades sociais.

Clareamento Dentário Caseiro Moldeira
Confecção de moldeira personalizada para o clareamento dentário caseiro.

 

 

Vantagens e problemas do clareamento dentário caseiro.

Apesar de ser a técnica individual de efeito mais intenso, o clareamento dentário caseiro tem, sim, problemas. E não estamos falando apenas dos inconvenientes provenientes da aplicação diária realizada pelo próprio indivíduo. É por isso que conhecer um pouco mais a fundo as vantagens, desvantagens e problemas dessa técnica para clareamento dentário pode ajudar na hora de escolher o melhor tratamento para recupera a cor dos seus dentes.

Vantagens

✓ resultados mais intensos;

✓ efeito clareador próximo às gengivas;

✓ possibilidade de aplicação periódica de manutenção;

✓ escurecimentos por antibióticos ou fluoroses.

Desvantagens

✓ tempo de tratamento prolongado;

✓ sensibilidade dentária eventual;

✓ irritação eventual da gengiva (sangramento);

✓ pouca comodidade técnica.

Clareamento Dentário Caseiro Eficiência
Clareamento dentário combinando ao tipos caseiro e profissional: detalhe para o excelente resultado clarear em áreas próximas às gengivas.

 

 

Combinação de técnicas, o segredo para dentes mais claros e sorrisos marcantes.

Mas qual o segredo para sorrisos mais claros e marcantes vistos em famosos, artistas e modelos? O tratamento combinado de duas ou mais técnicas. Isso porque a combinação de várias técnicas clareadoras, como a associação do clareamento dentário caseiro ao profissional, resulta em dentes mais claros e vibrantes do que as técnicas utilizadas de forma isolada.

Algumas pesquisas científicas corroboram com a ideia do uso combinado de técnicas para resultados mais efetivos, afirmando que técnicas diferentes para clarear dentes removem pigmentos e manchas de forma diferente. Depois é só fazer a manutenção dos resultados com as mesmas moldeiras utilizadas no procedimento realizado pelo próprio paciente.

Nem todo mundo responde de forma efetiva ao clareamento dentário caseiro.

As pessoas não respondem da mesma maneira quando submetidas a procedimentos semelhantes para o clareamento dentário caseiro. É que enquanto alguns indivíduos já possuem dentes naturalmente mais amarelados do que o normal, outros possuem manchas tão intensas que pode ser até mesmo impossível removê-las. De qualquer forma, o aumento nas concentrações dos agentes clareadores, bem como o prolongamento nos dias de uso do produto, podem reduzir as diferenças de resultado a níveis difíceis de serem visualizados.

E quais são os fatores que estão relacionados a tratamentos para clareamento dental caseiro que não respondem da forma como deveriam responder? Confira abaixo alguns motivos que contribuem para resultados pouco produtivos.

✓ dentes naturalmente amarelados (dentina interna mais espessa);

✓ idade do paciente;

✓ presença de manchas espessas sobre os dentes e que não foram removidas previamente ao início do tratamento;

✓ tempo de tratamento insuficiente

✓ concentração química inadequada do agente clareador utilizado no tratamento;

✓ qualidade do agente clareador utilizado;

✓ moldeiras mal adaptadas aos dentes.

Clareamento Dentário Caseiro Antibiotico E Fluorose
O clareamento dentário caseiro em pacientes com problemas de má formação dentáiria requer atenção para não realçar o problema.

 

 

Manutenção e prevenção dos resultados, o segredo dos sorrisos de famosos e artistas.

Apenas clarear os dentes não basta. É preciso manter os resultados por períodos mais prolongados. E para isso existem algumas dicas, muito utilizada por famosos e artistas, que mantém os sorrisos sempre clareados e harmônicos. A primeira delas é repetir o procedimento para clareamento dentário caseiro por, pelo menos, duas vezes ao mês. Além de manter os resultados próximos ao vistos nos primeiros dias pós tratamento, reduz a velocidade natural para o aparecimento de dentes amarelados que acompanham o envelhecimento

O polimento dentário realizado antes e após o clareamento dental caseiro é outra dica importante. Além de remover manchas mais profundas e espessas que impedem a ação dos agentes clareadores, o procedimento deixa o esmalte dentário menos rugosos, dificultando o acúmulo de manchas e substâncias responsáveis por dentes amarelados e manchados.

Sem dores: lidando com a sensibilidade dentária durante o tratamento.

A sensibilidade dentinária que aparece durante o tratamento para clareamento dentário caseiro está entre as principais reclamações para a técnica. E não sem razão, já que, quando muito intensa, impede a continuidade do procedimento realizado pelo próprio indivíduo. Originada pela ação dos agentes clareadores junto às raízes dentárias, as dores podem ser causadas até mesmo pelo ar condicionado de veículos. E o que fazer para solucionar o problema?

Em primeiro lugar, é preciso entender que a maioria dos indivíduos suportam bem os eventuais desconfortos dolorosos que aparecem durante o clareamento dental caseiro. Além disso, o uso de géis dessensibilizantes aplicados pelo dentista eliminam ou reduzem a sintomatologia dolorosa. O grande desafio à técnica caseira, entretanto, é a retração da gengiva (recessão gengival), que expõem, em demasia, a superfície radicular. Para esses pacientes, o clareamento dentário profissional é o procedimento mais apropriado.

 

Clareamento Dentário Caseiro Problemas
A retração gengival e exposição da gengiva é a principal causa para a sensibildiade dental durante o tratamento.

 

 

Danos aos dentes durante o clareamento dentário são irrelevantes e não impedem inúmeras repetições do procedimento. 

Danos na superfície dos dentes provocados pelo clareamento dentário caseiro, ou mesmo as técnicas profissionais, ocorrem em graus mínimos, quase irrelevantes. O que acontece durante o clareamento dental é que algumas camadas de cristas do esmalte dentário (camada mais externa da coroa dos dentes) são removidas – o que já é suficiente para dizermos que, sim, existem alterações na estrutura superficial do dentes.

O que é importante saber sobre as alterações na superfície do esmalte dentário, durante o clareamento caseiro, é que as mínimas alterações na superfície estrutural dos dentes não impedem inúmeras repetições do procedimento ao longo da vida dos indivíduos. E, como se não bastassem, podem até mesmo ser utilizados por períodos que ultrapassam os 30 dias de uso, para indivíduos com dentes amarelados e escurecidos por antibióticos consumidos na infância.

A confusão entre branqueamento e clareamento dentário no centro para frustrações com o tratamento.

Por vezes, os pacientes chegam aos consultórios odontológicos em busca de tratamentos para o “branqueamento” dos dentes. E a confusão não está apenas na confusão dos nomes. É que, para muitos deles, o clareamento dentário caseiro resulta em dentes brancos – quase próximos ao branco absoluto. E são exatamente nesses grupos de indivíduos que encontram-se os pacientes mais frustrados com o procedimento clareador.

O clareamento dentário caseiro não tem poder para transformar dentes amarelados e manchados em dentes brancos. O objetivo do procedimento é recuperar a cor original dos dentes, sem mudanças nas cores básicas que compõem os dentes. E a confusão pode até mesmo se estender com tratamentos com laminados, como as facetas em porcelana e lentes de contato dental. O entendimento do objetivo e limitações do clareamento dental caseiro é essencial para criar expectativas irreais.

Faceta Em Porto Branco
Cores tendendo ao branco absoluto (detalhe) são conseguidos apenas nos tratamentos com laminados dentários como facetas e lentes de contato dental (fonte/internet)

Cuidados durante o clareamento dentário: o que não pode comer (e fazer)?

E o que pode comer durante o clareamento dentário caseiro? Esta, que é a principal dúvida de pacientes em tratamento, na verdade, não conta tanto para os resultados do tratamento. Apenas quando o consumo excessivo de determinados pigmentos alimentares faz parte da dieta é que algumas precauções precisam ser levadas em conta. Ainda assim, evitar o consumo de alimentos que pigmentam e mancham os dentes durante o clareamento dental ajuda na velocidade do tratamento.

O que não pode comer durante o tratamento:

✓ evite alimentos com corantes excessivos como sucos, balas e refrigerantes;

✓ café e chá, reduzir o consumo ao mínimo;

✓ reduzir o uso de tabaco melhora o resultado do tratamento;

✓ legumes verdes? brócolis e espinafre têm tanto potencial para escurecer e manchar dentes como cafés e chás;

✓ diminua o consumo de vinhos tintos e sucos naturais de uva ao mínimo possível.

O que pode comer durante o tratamento:

✓chocolates e achocolatados, sempre evitados, podem ser serem consumidos sem restrições;

✓ molhos de tomate naturais, fique à vontade – desde que sem corantes;

✓ mostarda natural, sem problemas;

✓ guaraná ou refrigerantes tipo cola estão liberados;

✓ café com leite, pode – até mesmo porque você não iria retirá-lo de sua dieta.

Dicas essenciais para saber antes de iniciar o tratamento.

O exame inicial prévio ao tratamento para clareamento dental caseiro pode detectar situações que contraindicam ou que irão impactar no resultado para o procedimento. Entre elas estão as retrações gengivaisintensas, presença de manchas profundas e espessuras sobre o esmalte dentário e cáries dentárias. Além disso, problemas de formação dentária (estruturais), como a fluorose dentária e escurecimentos por uso de antibióticos na infância, indicam protocolos diferentes para o clareamento dental.

✓ manchamentos por antibióticos não são indicados para a técnica profissional;

✓ o clareamento dentário em paciente com retrações gengivais pode ser feito, sem dores, na técncia profissional;

✓ espere por, no mínimo, 2 dias após a consulta para profilaxia e polimento dental para iniciar o clareamento;

✓ manchamentos por fluorose dentária podem resultar em dentes com inúmeras manchas brancas;

✓ o tratamento gengival para gengivites (sangramento e tumefação) é essencial para evitar irritações ainda maiores a estes tecidos;

✓ o polimento dental é essencial para a durabilidade dos resultados do tratamento, e pode ser realizado imediatamento ao término do procedimento.

Gostaria de compartilhar em sua rede social?

É só clicar no ícone ao lado para compartilhar

Site criado pela Eriansoft - Todos os direitos reservados.