6 sinais de que você precisa de um tratamento de canal

Images (11)

Ter um sorriso perfeito requer muitos cuidados, mas a recompensa faz valer a pena todo esforço, pois não há nada mais atraente do que um sorriso belo e saudável. Além disso, ter dentes bonitos e bem alinhados melhora a nossa autoestima e o nosso bem-estar!

Além da parte estética, fazer a manutenção correta e uma higiene bucal adequada é fundamental para prevenir cáries, tratamento de canal ou outras complicações para o organismo.

Entender um pouco mais sobre o assunto facilita o nosso dia a dia, pois lidar com o desconhecido é sempre mais difícil e temeroso. Então, se você tem dúvidas sobre quando é necessário um tratamento de canal, preparamos este post especialmente sobre o assunto. Com ele, você vai aprender a identificar os sinais de que você precisa procurar um dentista com a máxima urgência.

O que é um tratamento de canal

O tratamento de canal, também chamado de terapia endodôntica, é necessário quando o dente sofre algum tipo de lesão, por cárie, trinca ou algum trauma que resulte em infecção ou inflamação do nervo ou polpa.

As lesões podem ser identificadas por meio de radiografias e, uma vez diagnosticado o problema por um profissional especializado, o tratamento é realizado. O procedimento consiste em remover o nervo e a polpa, limpando os canais e selando o dente para deixá-lo protegido contra novas infecções.

Sintomas de quem precisa de um tratamento de canal

Para você saber se precisa de um tratamento de canal, é preciso ficar atento a alguns sintomas. Veja quais deles indicam uma possível necessidade de se submeter ao procedimento:

  • dor persistente, principalmente quando ingere alimentos muito quentes ou frios;
  • inchaço ao redor do dente que está dolorido, pequenas bolhas de sangue ou pus, além de dificuldade em mastigar os alimentos;
  • dor na região do maxilar superior ou inferior é sinal de que algum dente foi afetado e está irradiando a dor para outras áreas. Nesses casos, você pode sentir até mesmo dor de ouvido ou de cabeça;
  • trauma, com dente escurecido;
  • fratura, com exposição do nervo;
  • estrutura danificada, que, mesmo sem dor, pode provocar uma degeneração avançada ou estrutura debilitada.

Então, se você apresenta algum desses sintomas, não hesite em procurar ajuda profissional.

Polpa Dentaria

Entenda como é o passo a passo do procedimento

Antes de indicar o procedimento, o dentista vai pedir alguns exames de raio X, para identificar se realmente a melhor solução é o tratamento de canal. Ele também precisa avaliar a intensidade das infecções e os danos causados no dente.

Após a análise dos exames, a primeira medida é aplicar uma anestesia local para abrir a coroa do dente e remover o tecido da polpa, sem que o paciente sinta qualquer dor. O dentista deverá seguir o caminho indicado pelos exames, removendo apenas as partes afetadas.

Por ser um tecido irrigado por vários vasos sanguíneos, o profissional deve limpar os canais e desinfetá-los antes de preencher a região com um material obturador, também conhecido como cimento odontológico.

Às vezes, o dentista pode pedir outras radiografias antes de fechar a coroa e restaurar o dente com resina, para conferir se todo o material foi removido. Depois disso, o dente estará selado e protegido.

O tratamento de canal feito com cuidado e atenção é extremamente importante para garantir que a infecção seja eliminada e não vá para a corrente sanguínea do paciente, causando problemas muito mais sérios. Além disso, todo desconforto é resolvido com medicação e orientações prescritas pelo dentista.

Images (14)

O tratamento de canal não é tão difícil quanto parece

A evolução das técnicas odontológicas permitiu maior acesso e facilidades, e não há mais razão para evitar um tratamento de canal. A maioria dos tratamentos são realizados em uma única sessão, que pode durar, em média, duas horas, dependendo da habilidade do cirurgião-dentista e do nível de infecção do dente.

Não há risco de dores, pois os anestésicos são administrados na dosagem correta para que o paciente não sinta incômodos. Além disso, após o procedimento, o profissional vai receitar o uso de medicamentos anestésicos. Por isso, conquistar um belo sorriso está cada dia mais simples e não há mais desculpas para não ir ao dentista.

Entenda os riscos de não fazer o tratamento de canal

Além da perda total do dente, não fazer o tratamento de canal a tempo pode trazer outras consequências. Caso você sinta muita dor, ela será intensificada com o tempo, chegando a se tornar insuportável.

E, caso o dente esteja infeccionado e não seja tratado a tempo, a infecção pode cair na corrente sanguínea e provocar sérios problemas sistêmicos. Em casos mais graves, pode se transformar em abscesso agudo — processo inflamatório com formação de pus —, que além de causar muita dor pode evoluir para um edema facial.

Então, fique atento e não deixe um problema simples evoluir para outros mais graves. A endodontia é um procedimento muito comum e com a maior taxa de sucesso na odontologia.

Aprenda a prevenir o tratamento de canal

O tratamento de canal só é indicado para casos extremos, nos quais não há outra forma de salvar o dente afetado. Para prevenir esse tipo de problema, você deve manter uma boa higiene bucal. Por isso, você deve escovar os dentes pelo menos duas vezes ao dia e usar fio dental diariamente, principalmente antes de dormir. O uso de antissépticos bucais também ajuda na prevenção de cáries e outras doenças bucais.

As visitas ao dentista devem ser feitas de seis em seis meses, pois esse é o intervalo de tempo em que a profilaxia — limpeza dentária profissional — deve ser realizada. Durante esse procedimento, o dentista remove o tártaro e a placa bacteriana acumulada nos dentes, evitando, assim, o aparecimento de cáries e outras doenças bucais.

Ao menor sinal de dor de dente, o dentista deve ser consultado, pois o tratamento inicial da cárie evita que ela evolua e o dente se deteriore a ponto de ser necessário um tratamento de canal. Mesmo que o procedimento seja eficaz, a prevenção ainda é a melhor opção, tanto para sua saúde bucal, quanto para a saúde de seu bolso.

Mas caso você já precise fazer o tratamento, lembre-se da importância de procurar por profissionais qualificados, pois tratar um canal é um procedimento delicado, que necessita de muita habilidade do cirurgião-dentista para ser bem executado

 

Gostaria de compartilhar em sua rede social?

É só clicar no ícone ao lado para compartilhar

Site criado pela Eriansoft - Todos os direitos reservados.